Ter ansiedade não é querer passar a carroça na frente dos bois.




A ansiedade, essa emoção tão conhecida, tão sentida por todos e sofrida em tantas circunstâncias da nossa vida. 

Ela está presente sempre que identificamos um possível perigo para a nossa sobrevivência; mas nós também a “convidamos” para nos fazer companhia em situações que não têm por que serem perigosas se analisarmos de forma objetiva, mesmo que ao nosso ver pareçam verdadeiras adversidades.


A realidade é que somos nós mesmos os responsáveis pela ansiedade aparecer, e isso se deve à forma como interpretamos as situações da nossa vida cotidiana. 


Ela é um sintoma de que algo não anda bem na nossa vida, provavelmente a nível emocional ou pessoal (com os outros, ou conosco mesmo). É mais ou menos como quando se está com tosse: a tosse é um sintoma, não é uma doença em si, e é preciso investigar a sua causa para que ela não se transforme em algo mais grave.


Não ignore suas crises de ansiedade. É preciso aprender a identificar as sensações para então poder administrá-la.


Caso essas crises estejam prejudicando seu dia a dia, seu bem estar ou mesmo seus relacionamentos, considere buscar a ajuda de um profissional. Ele ajudará você passo a passo, tornando esta caminhada mais leve.


Precisa de ajuda? Agende um horário pelo WhatsApp.


#psicologia #psicologa #psicologaivonete #psicologiacuritiba

#psicologiaonline #psicologaonline #terapiaonline #psicoterapia #terapiacuritiba #terapiainfantil #terapiafamiliar #terapiaindividual #terapiaadulto #psicoterapiainfantil #psicoterapiaadulto #psicoterapiacuritiba

#psicoterapiaonline #depressao #ansiedade #sindromedopanico #coach #inteligenciaemocional #autoconhecimento #autoestima #autoajuda #saudemental #saudeemocional

#relacionamento

#superacao

1 visualização

CRP 08/04038

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Atenção: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br.

Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.